Área do aluno

Mídia / Jornal Fera

4 desafios estranhos em entrevistas de emprego e como vencê-los

15/12/2016

Talvez todos os candidatos tenham mandado um currículo perfeito. Talvez uma entrevista incomum realmente ajude a determinar quão bom um candidato é. Talvez o entrevistador só tenha ficado entediado. Seja qual for a razão, entrevistas de emprego imprevisíveis estão se tornando cada vez mais comuns. E como um aviso iria estragar a diversão, uma entrevista maluca pode aparecer quando você menos esperar. Por isso, a solução é estar preparado para tudo.

Confira a seguir 4 situações em entrevistas de emprego nem um pouco convencionais:


1. Perguntas impossíveis de responder

“Você já roubou uma caneta do escritório?”
“Quantas vacas existem no Canadá?”
“Que super-herói você seria e porque?”
Todas essas perguntas já foram ditas em entrevistas de emprego na vida real. São todas perguntas que o Google não vai saber responder por você, e impossíveis de acertar. O que é exatamente o seu objetivo.

Muitos candidatos passam uma entrevista de emprego inteira recitando as respostas certas que leram na internet. Isso não só é chato de ouvir para um entrevistador, como também dificulta a tarefa do entrevistador de determinar como você se comportaria numa situação real. Por isso entrevistadores jogam perguntas inesperadas no colo dos candidatos e assistem o que eles fazem com elas.

Com perguntas como essas, o que conta não é tanto a sua resposta, mas como você entrega ela. Se tanto a pergunta quanto a função em jogo envolvem matemática, por exemplo, demonstrar algum conhecimento numérico pode ser uma boa ideia.

Geralmente a ideia é que você mostre criatividade e personalidade na sua resposta. Então mantenha a calma e mostre que você não cede à pressão. Não tenha medo de dar uma resposta estranha a uma pergunta esquisita!


2. Desafios estranhos


Imagine que no início de uma entrevista o entrevistador te desse uma caixa, falasse para você não abrir e logo saísse do cômodo e trancasse a porta atrás dele. Depois disso um bilhete é mandado por debaixo da porta dizendo “Saia da sala usando a caixa”. Isso aconteceu com um membro do Quora, ele quebrou a maçaneta com a caixa e conseguiu o emprego. Pedir desafios como esse de candidatos é mais comum do que você imagina. Já é uma tradição na HalloweenCostumes.com que candidatos joguem Jenga com funcionários da empresa na entrevista.

Esse é um bom jeito de descobrir como candidatos lidam com situações difíceis e resolvem problemas. O truque é manter a calma e abordar o problema da melhor forma possível.


3. A hora do seu show

Perguntam qual é a sua música favorita, depois pedem que você a cante. Ou então te dão um vulcão de plástico e pedem que você o faça explodir.

Normalmente se o seu entrevistador pedir que você demonstre habilidades que não estão diretamente relacionadas ao cargo em questão, vai ser porque você mencionou que essa atividade era um hobby seu.

Como os candidatos acima, que disseram ser respectivamente, um cantor profissional e um graduado em química.

Essa é uma técnica para comprovar que o que você colocou no currículo é verdade, uma forma de quebrar o gelo e ainda ter uma noção melhor de quem você é como pessoa. Por isso, não use nada no seu currículo que você não é capaz de comprovar mais tarde.


4. Tratamento do silêncio

De acordo com o autor Michael Lewis, dar o tratamento do silencio para um candidato era uma técnica comum de entrevista na indústria bancária. A ideia era deliberadamente estressar um candidato para ter uma ideia melhor das suas qualidades.
Entrevistadores se recusariam a responder o cumprimento do candidato e as suas perguntas iniciais, assim eles descobriam se eles dominavam a situação ou desabavam.

Esse é um exemplo bem extremo, mas muitos chefes concordam que em doses menores é um ótimo jeito de medir um candidato. Limitando a quantidade de fala do entrevistador, eles forçam o candidato a liderar a entrevista.

Fonte: Universia Brasil