Área do aluno

Mídia / Jornal Fera

Enem não será mais comprovante de término do Ensino Médio

19/01/2017

Foi anunciado nesta quarta-feira (18) pelo Ministério da Educação (MEC) em coletiva de imprensa, que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deixará de ser uma forma de obtenção do certificado de término do Ensino Médio. Os candidatos que desejarem obter o certificado deverão fazer outra prova, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

No Enem 2016 foram 1.033.761 candidatos (11% do total) a pedir o certificado através do Enem, e essas pessoas não têm com o que se preocupar. Desde que tenham obtido uma média de 450 pontos nas provas objetivas e 500 na redação, poderão receber o documento.

CONSULTA PÚBLICA
O tema deve ser debatido na consulta pública sobre as mudanças no Enem aberta hoje e disponível ao público no portal. Consultas acontecerão até do dia 10 de janeiro.

As questões foram elaboradas ao longo de dezembro.Entre as propostas analisadas pelo público será debatido se o exame terá dias diferentes para a aplicação - como dois domingos seguidos ou domingo e segunda-feira - e se a prova deve continuar no papel (física) ou ser realizada em computadores.

Na plataforma criada para a pesquisa estudantes, pesquisadores, estudantes e especialistas podem opinar sobre como a Base Nacional Comum Curricular, resultado da reforma do Ensino Médio, impactará a prova de 2018. Espera-se que uma parte das mudanças debatidas na consulta pública já esteja no edital do Enem 2017, previsto para ser publicado em fevereiro.

Para completar o registro e dar a sua contribuição é necessário dar o seu CPF, e-mail e nome completo

RESULTADOS DO ENEM E SISU
Também nesta quarta foi divulgado o resultado do Enem 2016. Para consultá-lo, o estudante deve acessar a Página do Participante no site oficial da instituição e informar o seu número de inscrição e senha de cadastro.

O resultado das provas, que originalmente seria divulgado nesta quinta-feira (19), foi antecipado a pedido do Ministro da Educação, Mendonça Filho.

Os alunos terão acesso às notas das quatro provas objetivas - Ciências da Natureza e sua Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Matemática e suas
Tecnologias – e também da redação, cujo tema deste ano foi "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”.

O Cronograma do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), responsável pelo ingresso em universidades federais e estaduais, e que utiliza as notas do Enem, também foi disponibilizado.

Fonte: Universia Brasil